Como Otimizar um Artigo para os Motores de Busca

Tenho visto por aí, nomeadamente, em diversos fóruns, pessoas a falar sobre SEO (Search Engine Optimization), isso é, otimização de websites e conteúdos de artigos para motores de busca, como o Google, como se fossem peritos na matéria quando, na realidade, não fazem ideia de como otimizar um artigo para os motores de busca. Naturalmente, existem sempre exceções e pessoas que sabem realmente do que falam, porém, há outras que querem ensinar sem saber. Por isso, criei este artigo sobre como otimizar um artigo para os motores de busca com dicas simples sobre o que você deve realmente fazer no seu artigo para conseguir ter um bom posicionamento nos resultados de pesquisa, as famosas SERP (Search Engine Results Page).

Como otimizar um artigo para os motores de busca

Como Otimizar um Artigo para os Motores de Busca

Qualidade do conteúdo

Realmente, sem um conteúdo de qualidade e original, não vale a pena você continuar a ler este artigo. Longe vai a época em que você podia ter conteúdo de fraca qualidade e mesmo assim conseguir ter um bom ranking e ganhar algum dinheiro.

Aposte na qualidade dos seus artigos. O Google privilegia os artigos de qualidade e com muita informação. Não coloque palha só para encher o artigo, mas sim informação real, tutoriais sobre uma determinada matéria, explique como fazer, enfim, informações úteis para o usuário. Diga o que a sua concorrência não diz e explique o que eles não explicam. Por isso, faça sempre alguma pesquisa, antes de começar a redigir o artigo.

Prefira artigos com mais de 300 palavras, pois, além de ranquearem melhor, permitem que o usuário fique mais tempo no seu site a ler este e outros artigos, diminuindo assim a sua taxa de rejeição, que é uma das métricas que o Google, por exemplo, recorre para definir o ranqueamento de um site ou blog.

Palavras-chave

Este é um dos assuntos mais debatidos sobre a optimização de artigos para os motores de busca. As palavras-chave são palavras que os usuários utilizam nas pesquisas efetuadas nos motores de busca, como palavras isoladas ou frases, e continuam a ser essenciais na construção de um artigo para SEO, embora naturalmente você tenha de saber como colocar as mesmas e não exagerar na densidade destas palavras ao longo do seu artigo.

Digamos que você quer posicionar um artigo paras as palavras-chave:

  • Carros
  • Carros recentes
  • Carros novos

Além disso, vamos partir do pressuposto que “carros” é a sua principal palavra-chave. Logo, você tem de colocar mais ênfase na palavra “carros” do que nas outras palavras. Existem muitas dúvidas sobre a questão da densidade, mas pelo que tenho visto em blogs autoritários sobre a matéria, colocar duas vezes a palavra-chave principal no artigo e as restantes uma vez, é suficiente para otimizar um artigo com as palavras-chave que você quer, sem se preocupar se está a exagerar ou não, pois você tem de escrever não só para os motores de busca, mas também para os usuários, para quem realmente lê o seu conteúdo. No entanto, eu, tal como muitos outros webmasters, opto, se possível por colocar uma densidade de 1% na palavra-chave principal, ao longo do texto.

Além disso, certifique-se que a sua principal palavra-chave está presente pelo menos no primeiro parágrafo do artigo. A introdução do artigo é sempre um bom local para inserir a palavra ou frase chave que você quer utilizar. Se fizer sentido, coloque a palavra-chave a negrito, para chamar mais a atenção à mesma. Ao longo do artigo, deve então trabalhar as restantes palavras-chave e, pelo menos, mais uma vez a palavra-chave principal.

Para encontrar palavras-chave essenciais ao seu nicho, utilize o Google AdWords, que é uma ferramenta que lhe permite ver o volume de pesquisas para cada determinada palavra-chave.

Artigo bem escrito

Ninguém vai querer ler um artigo, muito menos criar links para ele, se um artigo estiver mal escrito, sem qualquer preocupação com as normais ortográficas e gramaticais. Quando estiver a escrever um artigo, utilize sempre um processador de texto, como o Word, de modos a corrigir palavras e mesmo frases, antes de os publicar.

Estrutura do artigo

O seu artigo deve ter sempre uma estrutura com uma introdução, desenvolvimento e conclusão. Estas são premissas essenciais para qualquer artigo bem estruturado. Além disso, existem outras técnicas para estruturar o artigo como:

  • O seu artigo deve ter um título com a palavra-chave principal (título deve ser em H1)
  • Colocar subtítulos para segmentar o artigo
  • Usar H2 e H3 na segmentação dos artigos
  • Fazer parágrafos não muito extensos
  • Colocar bullet points para listas
  • Palavra-chave principal com densidade de 1%

Hiperligações

As hiperligações são links criados para outras páginas relevantes ao conteúdo que você está a escrever e uma das melhores formas de otimização interna de um site/blog. Deste modo, crie links para outro conteúdo relevante, mas tenha o cuidado de não utilizar sempre o mesmo texto âncora, para não vir a ser penalizado por isso. Se possível, crie links também para outros sites, pois isso é valorizado.

Otimização das imagens

A otimização de um artigo para os mecanismos de busca não passa só pela otimização do texto, mas também pelas imagens associadas a este texto. Assim, quando carregar uma imagem para associar ao seu texto, certifique-se que preenche sempre o atributo ALT ou Texto Alternativo, para receber também tráfego, quando alguém estiver a pesquisar com base nas imagens no Google. No texto alternativo, eu geralmente coloco o título do artigo, o qual integra a palavra-chave que eu estou a trabalhar.

Tente trabalhar sempre com imagens apelativas, que levem o usuário a visitar o seu site e a ler o seu conteúdo.

Utilize vídeos

Confesso que muitas vezes não o faço, mas a colocação de um vídeo de apoio e informativo em relação ao tema que você está a tratar no artigo, é uma ótima forma de não só manter o usuário mais tempo no site, como também de manter os níveis de rejeição do site em baixo. Se você criar os seus próprios vídeos tanto melhor, mas existem muitos vídeos de qualidade no YouTube que você pode integrar no seu conteúdo. Mas não exagere, basta um vídeo, pois a ideia é manter uma página rápida, que carregue rapidamente, o que é outra métrica que o Google recorre actualmente.

Existem outras coisas que você pode colocar em prática. Por exemplo, se você usar o WordPress, faça o download do  Yoast SEO Plugin. Trata-se de um ótimo plugin para você ver se os seus artigos estão devidamente otimizados, além de permitirem que você defina o título e meta descrição que aparecerá nos motores de busca, de modos a serem mais apelativos ao usuário.

E você, gostou das dicas? O que é que você faz para otimizar os seus artigos para os motores de busca? Se gostou do artigo, não se esqueça de partilhar o mesmo na sua rede social favorita.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*